Fim do Google Latitude: Serviço de localização será desativado em agosto

O Serviço de localização do Google será desativado no dia 9 de Agosto, e também será aposentado o Google Maps Offline

google11O Google anunciou em comunicado no blog oficial, que o produto será desativado no próximo dia 9 de agosto de 2013, também serão desativados o Google Latitude dentro do Google Maps para Android, Latitude para iPhone, a API do Latitude e gadget para iGoogle Gadget.

A empresa informou que todos os dados armazenados no serviço serão deletados e os usuários não poderão mais compartilhar suas localizações.

Para compensar o fim do Latitude, a empresa anunciou uma atualização do Google Maps para dispositivos móveis. Entre as novidades, a possibilidade de compartilhar localização e fazer check-in pelo Google+.

“Nós entendemos que algumas pessoas ainda querem ver amigos e familiares no mapa, e por isso incluímos compartilhamento de localização e check-ins para o Google+ do Android. A versão para iOS será lançada em breve”, diz a empresa.

google-plus-locais-e1373476135431

 Novo Google Maps para Android

A atualização do Google Maps trás novidades interessantes, como a possibilidade de explorar negócios próximos mesmo sem digitar o endereço. Ao clicar no campo de busca, o aplicativo indica lugares próximos e ainda o usuário consegue visualizar comentários de amigo e outros internautas.

Na navegação em ruas e avenidas, o aplicativo vai além de apenas ilustrações, passa a ter explicações da condição do trânsito, motivos de engarrafamento.  O novo App tem a vantagem de ter sido desenvolvido pensando na navegação de tabletes, tornando a navegação mais confortável.  

Anúncios

Saiba usar o LinkedIn ao seu favor

linkedin

A rede social de contatos profissionais começou a operar no Brasil em 2011, em um escritório alugado em São Pulo. Passando pouco mais de um ano e meio de sua chegada, recentemente, o LinkedIn, inaugurou sua sede própria em território nacional. O País, atualmente, tem 13 milhões de usuários conectados pela rede, o que faz do Brasil o terceiro maior em quantidade de usuários.

A nova sede reflete o crescimento da empresa no País e pode ser sinal para uma futura expansão regional. “Com este novo ambiente de trabalho, poderemos integrar ainda mais nossa equipe e nossos clientes, ao mesmo tempo em que comporta os planos de crescimento da empresa no Brasil e na região”, explica o diretor-geral do LinkedIn no Brasil, Osvaldo Barbosa de Oliveira. a entrevista

“O LinkedIn está transformando a indústria de recrutamento. Desde quando nos estabelecemos no País, em novembro de 2011, dobramos a base de usuários e nossas soluções de negócios estão presentes em mais de 500 empresas, nacionais e multinacionais”, completa o diretor.

A decisão do LinkedIn de transferir a operação latino-americana deve-se ao sucesso obtido pela unidade brasileira. Quando abriu a subsidiária, em novembro de 2011, a rede social possuía no país 6 milhões de usuários. Cerca de 120 empresas adotavam as ferramentas de recrutamento da companhia. Atualmente, o LinkedIn tem 13 milhões de usuários, 450 clientes empresariais na área de recrutamento e 120 anunciantes. O número de usuários cresceu 117% no período, bem acima da média mundial, de 67%. Com essa expansão, o Brasil ultrapassou o Reino Unido e tornou-se a terceira maior operação do LinkedIn no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia.

Uma das formas em rápida ascensão no recrutamento de pessoas é o uso de redes sociais. A mais famosa delas, para estes fins, é o LinkedIn.

Danielle Restivo, gerente de comunicações do LinkedIn, afirmou em entrevista, as melhores formas de “destacar” seu perfil na rede social.

O que fazer para que meu perfil seja facilmente encontrado? Existem várias maneiras destacar seu perfil. Uma delas é garantir que ele esteja completo. Seu perfil do LinkedIn é a sua chance de mostrar habilidades e talentos e ajudar as pessoas e oportunidades certas a encontrar o caminho até você.

Você pode configurar alguns detalhes que o tornarão mais visíveis aos motores de busca: Membros com pelo menos um antigo trabalho listado em seu perfil são 12 vezes mais visíveis; pessoas com pelo menos uma formação educacional listada têm sete vezes mais chances de serem encontradas; profissionais com um que têm foto em seu perfil também têm sete vezes mais chances de serem vistas.

Inclua palavras-chave através das quais você gostaria ser encontrado. Por exemplo, se você é um advogado especializado em direito imobiliário, certifique-se que essas palavras e frases estão no seu perfil do LinkedIn.

Confira um vídeo de marketing no LinkedIn: